Adolescentes do curso de preparação para o trabalho visitam a ALERJ

Um exercício de cidadania – Alunos do curso aprendem sobre as funções da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro

Visita à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro

Share
Publicado em Uncategorized | Comentários desativados em Adolescentes do curso de preparação para o trabalho visitam a ALERJ

II Encontro de Pais e Responsáveis pelos alunos das turmas 89 e 90 do CAMP Vila da Penha

II Encontro de Pais e Responsáveis dos Alunos das turmas 89 e 90

II Encontro de Pais e Responsáveis dos Alunos das turmas 89 e 90

No último dia 18 realizamos na instituição o II Encontro de Pais e Responsáveis pelos alunos das turmas 89ª e 90ª do CAMP Vila da Penha.

Contamos com a presença de 40 responsáveis, dentre mães, pais, tios, tias, avós e irmãs. O tema do encontro foi Educação dos Filhos, Novos Desafios e a partir desta ideia conversamos sobre as questões que preocupam tanto hoje as famílias dos adolescentes e se colocam como novos desafios para educarem seus filhos (ou netos, ou sobrinho, etc.).

A participação dos responsáveis foi ótima! Eles contribuíram muito para o debate enriquecendo a fala da equipe do Camp Vila da Penha que pretendia dialogar sobre o tema de forma que levasse a todos a refletirem sobre a forma que agem diante das diversas situações que surgem na difícil arte de educar.

“Acreditamos que foi um sucesso!” afirma a assistente social Viviane Gonçalves, após o encontro e completa: “Vimos mães querendo falar, desabafar e justificar suas ações, mas sempre com o intuito de mostrar que, acima de tudo, está a boa intenção, a preocupação com o bem estar do adolescente. Vimos pais ouvindo atentos as nossas palavras de incentivo ao carinho para com seus filhos e percebemos as avozinhas preocupadas em não serem superprotetoras.”

As professoras Alice Chaves e Luciana Barcellos também participaram do debate e consideram que foi muito proveitoso o encontro por proporcionar às pessoas que participaram e que se vêm responsáveis por um adolescente a chance de poderem ouvir alguém dizer que o que fazem está certo ou – mesmo que não estejam – como é importante terem um espaço que não julgue suas deficiências, mas, pelo contrário, compartilhe ideias e experiências para aliviar angústias e inquietações.

Encontros como este deveriam acontecer sempre nos diferentes espaços sociais: nas escolas regulares, nos condomínios, nas igrejas, pois o que está em jogo é mais do que a educação dos filhos (sobrinhos, netos, irmãos), estamos diante de uma questão social que é o futuro da nossa sociedade, os adolescentes de hoje serão os adultos de amanhã, temos que pensar sobre eles e educá-los, este é o legado que deixaremos e também será o legado que eles deixarão para os seus sucessores.

 

Pausa para um cafezinho durante o encontro dos pais e responsáveis

Pausa para um cafezinho durante o encontro dos pais e responsáveis

Enquanto o debate ocorria os convidados puderam saborear um cofeebreak preparado com todo carinho pela Dona Dinha, a mãezona do Camp Vila da Penha.

Share
Publicado em Adolescentes, educação, família, jovens, Lei da Aprendizagem, Lei do Estágio, ONG, Oportunidades, Práticas Sociais, solidariedade, Trabalho | Comentários desativados em II Encontro de Pais e Responsáveis pelos alunos das turmas 89 e 90 do CAMP Vila da Penha

Inscrições para o Curso de Preparação para o Trabalho

Abertas as inscrições para o curso de preparação para o trabalho do Camp Vila da Penha.

Adolescentes formadas pelo curso de preparação para o trabalho do Camp Vila da Penha

Os adolescentes com idades entre 15 e 16 anos e meio, que estejam interessados em realizarem um curso totalmente gratuito para preparação para o mercado de trabalho, podem procurar o Camp Vila da Penha entre os dias 05 e 30 de novembro.

No Camp Vila da Penha o adolescente realiza o treinamento para o trabalho antes de ser encaminhado como estagiário ou jovem aprendiz. O conteúdo do curso segue as tendências e exigências atuais do mercado e conta também com aulas de reforço escolar, informática, práticas administrativas, ética e cidadania, promoção da saúde, entre outras.

Para inscrever-se o adolescente pode comparecer no horário de atendimento (entre 8h e 17 horas), deixar o nome e contato telefônico e será informada uma data de retorno para realização de teste de verificação de conhecimentos e entrega de documentos.

Não perca esta oportunidade! Divulgue também para os seus amigos!

Para outras informações entre em contato pelo telefone: 2481-1047 ou 2481-8826.

Share
Publicado em ações, Adolescentes, jovens, Lei da Aprendizagem, Lei do Estágio, ONG, Oportunidades, primeiro emprego, programas e projetos, solidariedade, Trabalho | Com a tag | Comentários desativados em Inscrições para o Curso de Preparação para o Trabalho

Camp Vila da Penha prepara mais 60 adolescentes para o mercado de trabalho

Momento de emoção: Juramento do Patrulheiro

 No último dia 27 (quarta) o Camp Vila da Penha formou mais 60 adolescentes para o mercado de trabalho.

Os 60 adolescentes estão aptos a serem encaminhados como estagiários ou jovens aprendizes após quatro meses de curso no Camp.

A formatura foi emocionante! Os adolescentes estavam felizes e a equipe técnica orgulhosa com mais um trabalho concluído.

Parabéns aos formandos e sucesso!

Share
Publicado em Adolescentes, jovens, Lei da Aprendizagem, Lei do Estágio, ONG, Oportunidades, primeiro emprego, programas e projetos, solidariedade, Trabalho | Com a tag , , | Comentários desativados em Camp Vila da Penha prepara mais 60 adolescentes para o mercado de trabalho

Camp Vila da Penha leva adolescentes do Curso de Preparação para o Trabalho à cidade de Petrópolis-RJ

A equipe multiprofissional do Camp e os alunos do Curso de Preparação para o Trabalho passam o dia em Petrópolis numa divertida visita à cidade.

 

No último dia 05 toda a equipe técnica do Camp – coordenação, serviço social, psicologia, professores, administrativo e pessoal de apoio –  juntamente com os 60 adolescentes atendidos pelo Curso de Preparação para o Trabalho, visitaram a cidade Imperial, num dia de animação e ansiedade pelo o que estava por vir, afinal, além de conhecimentos novos, ou seja, muita informação cultural, o passeio prometia muita diversão.

O dia começou com a visita à Casa de Santos Dumont, onde puderam ver algumas das geniosas invenções do Pai da Aviação. Após uma caminhada até o centro da cidade, todos puderam saborear um delicioso almoço.

O próximo destino foi o Museu Imperial onde ninguém resistiu a sentar-se naquele lindo jardim, conversar e descansar um pouco. Logo, todos calçaram pantufas e iniciaram a visita aos 40 cômodos da casa de D. Pedro II.

O objetivo do evento foi oferecer a oportunidade de conhecer novos lugares, de vivenciar experiências culturais riquíssimas e confraternizar, o que, com certeza, se transformou em momentos inesquecíveis, como conta uma das adolescentes: – “Petrópolis foi o mundo!”, relata Kelly, turma 86ª.

Enfim, foi um dia maravilhoso para todos e as turmas 85ª e 86ª têm é história pra contar (literalmente, história pra contar!).

Share
Publicado em ações, Adolescentes, cultura, história, lazer, ONG, Oportunidades, Práticas Sociais, programas e projetos, solidariedade | Com a tag , | Comentários desativados em Camp Vila da Penha leva adolescentes do Curso de Preparação para o Trabalho à cidade de Petrópolis-RJ

Notícias sobre a Lei da Aprendizagem

Portaria determina mudanças na operacionalização do Programa Jovem Aprendiz a partir de agosto de 2012.

A Secretaria de Políticas Públicas de Emprego –SPPE disponibilizou o Catálogo Nacional de Programas de Aprendizagem Profissional –CONAP no portal do Ministério do Trabalho e Emprego, no link http://portal.mte.gov.br/politicas_juventude/2012.html, conforme determina a Portaria nº723, de 23 de Abril de 2012.

Trata-se da padronização da oferta de programas de aprendizagem de acordo com o código da ocupação e os parâmetros correspondentes, descritos na Classificação Brasileira de Ocupações – CBO.

Além disso o Catálogo (CONAP) estabelece carga horária total do curso menor do que já vinha sendo praticado pelas instituições e as chamadas 80 horas iniciais, isto é, antes de iniciar a aprendizagem prática, os jovens deverão realizar 80 horas teóricas na entidade, já com o contrato e carteira assinada.

Há muitas dúvidas ainda sobre operacionalização do Programa Jovem Aprendiz pelas entidades, pois existe uma grande preocupação em relação às empresas que têm cota de aprendizagem a cumprir, haja vista que pode haver resistências e dificuldade em aceitar tais alterações.

O Fórum Estadual de Aprendizagem Profissional do Rio de Janeiro – FEAP em reunião extraordinária na última terça (12), recebeu a Sra Vera Lucia da Silva Sousa da Coordenação-Geral de Preparação e Intermediação de Mão-de-Obra Juvenil (CGPI) do Ministério do Trabalho e Emprego. Além de esclarecer dúvidas e orientar sobre a portaria 723, a coordenadora ressaltou a importância das entidades se valerem do CONAP para direcionarem seus cursos de aprendizagem.

Para alterar os cursos já validados pelo MTE e para cadastrar cursos novos é necessário aguardar a nova plataforma Web ser ativada na internet.

O CAMP Vila da Penha aguarda a plataforma ficar pronta para dar início ao processo de adequação dos cursos à nova portaria.

Share
Publicado em ações, Adolescentes, CONAP, jovens, Lei da Aprendizagem, programas e projetos, Trabalho | Com a tag , , , , | Comentários desativados em Notícias sobre a Lei da Aprendizagem

CAMP Vila da Penha em Brasília

CAMP Vila da Penha e outras 50 organizações sociais e prefeituras participam de cerimônia do Prêmio ODM Brasil pela contribuição para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio

As 51 melhores práticas de organizações sociais e prefeituras de todo o país que contribuem para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio paticiparam nesta quarta-feira (30/5) da cerimônia de entrega do Prêmio ODM Brasil – 4ª edição, no Palácio do Planalto.

30.05.2012 - Organizações sociais e prefeituras recebem Prêmio ODM Brasil pela contribuição para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do MilênioFoto: Roberto Stuckert Filho/PR

Na ocasião, a presidenta Dilma Rousseff disse que “ao entregar o Prêmio a todos os contemplados, estamos reconhecendo o esforço de cada organização e prefeitura no sentido de transformar a vida real concreta das pessoas e apoiar sua conquista de direitos, voz e cidadania”. Para a presidenta, “o Prêmio representa muito, pois reafirma a causa da justiça social, do combate à exclusão e da construção de um país sem pobreza, que precisa do engajamento de todos, sem exceção”. A presidenta afirmou ainda que “nesse ato, reconhecemos o quanto dependemos da mobilização de todos para atingirmos os nossos objetivos”.

Dilma Rousseff destacou que o número de inscritos, que nesta edição foi de 1.638 projetos, “representa o empenho e a participação comprometida da sociedade e das prefeituras”. Segundo a presidenta, a cada ano esse número aumenta e as prefeituras e organizações se candidatam com projetos cada vez mais consistentes. “Se hoje podemos afirmar que o Brasil caminha para o alcance dos ODM, isso se deve muito aos mais de cinco mil projetos inscritos desde a 1ª edição do Prêmio”, ressaltou.

Para o ministro Gilberto Carvalho, “o dia de hoje representa um ponto de chegada de um longo processo de organização para reconhecer e premiar as organizações sociais e as prefeituras que são referência e exemplo para todo o país”. Carvalho destacou o processo de participação social que envolveu essa caminhada, com a realização de 29 seminários nos 27 estados, envolvendo 8.500 lideranças. “Esses seminários de mobilização foram estímulo para que as metas para o alcance dos ODM se municipalizem”, disse. “Desejo que a celebração de hoje sirva para que cada um de nós persigamos a meta de que, ao final de 2014, todos os brasileiros e brasileiras, idosos e jovens, estejam livres da miséria e da situação de indignidade que mais de 16 milhões de pessoas ainda vivem. Se esse ato servir para isso, teremos realizado nosso papel”, concluiu.

O secretário-executivo do Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade, Rodrigo Rocha Loures, afirmou que, “estamos a três anos do término do prazo para o cumprimento dos ODM e o Brasil é o melhor exemplo de articulação entre governos, sociedade civil e empresários”. Para Loures, “a agenda dos ODM é o instrumento mais eficaz para alcançarmos o grande objetivo de acabar com a miséria”.

A administradora mundial do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Helen Clark, destacou que “sabemos e reconhecemos que o Brasil passa por uma grande transformação, que já beneficiou milhões de pessoas”. Helen afirmou que “o Brasil é um país pioneiro ao atuar em prol dos ODM por meio de políticas sociais” e parabenizou o Plano Brasil Sem Miséria e outras iniciativas correlatas.

A representante dos premiados, Mariana Aleixo, coordenadora do projeto Maré de Sabores, do Rio de Janeiro, disse que “no Brasil, através da participação da sociedade civil, temos conseguido superar desafios, mas é preciso avançar ainda mais”.

Durante o evento, o ministro Gilberto Carvalho entregou placas às instituições parceiras do Prêmio – Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste, Banco do Brasil, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Petrobras. Também foi realizada assinatura de termo de compromisso para o alcance dos ODM por meio de parceria das instituições signatárias – Banco do Nordeste, Sebrae, Furnas e Correios – com a Secretaria-Geral da Presidência da República e com o PNUD.

Após o evento no Planalto, na parte da tarde, em cerimônia no Palácio do Itamaraty, os outros 31 projetos finalistas receberam um certificado de participação e os Núcleos estaduais receberam uma placa de agradecimento em reconhecimento ao trabalho desenvolvido. Na ocasião, o ministro Gilberto Carvalho falou da importância do trabalho dos Núcleos estaduais e regionais em prol dos ODM. O ministro também ressaltou a importância das organizações da sociedade civil, “que formam um verdadeiro colchão de solidariedade a acolher o povo brasileiro”.

Para representar o CAMP Vila da Penha estiveram presentes na cerimônia a Coordenadora Social Adriana Carlete e a assistente social Viviane Gonçalves, que receberam uma placa de homenagem.

Histórico – Nesta 4ª edição, o Prêmio ODM Brasil recebeu 1.638 práticas inscritas – sendo 918 de organizações e 720 de prefeituras. Do total das inscrições, 51 práticas foram pré-selecionadas e visitadas in loco por um Comitê Técnico integrado por representantes do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e da Escola Nacional de Administração Pública (Enap). A avaliação foi baseada nos seguintes critérios: contribuição para o alcance dos ODM; caráter inovador; possibilidade de tornar-se referência para outras ações similares; perspectiva de continuidade ou replicabilidade; integração com outras políticas; participação da comunidade; existência de parcerias; e manutenção da qualidade nos serviços prestados.

Destas 51 iniciativas, quatro são da região Centro-Oeste, 13 do Nordeste, seis do Norte, 20 do Sudeste e oito do Sul. Em relação aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio contemplados, as práticas dividem-se da seguinte forma: Objetivo 1 (10 iniciativas), Objetivo 2 (nove iniciativas), Objetivo 3 (oito iniciativas), Objetivo 4 (quatro iniciativas), Objetivo 5 (uma iniciativa), Objetivo 6 (três iniciativas), Objetivo 7 (oito iniciativas), Objetivo 8 (oito iniciativas).

Representando o Camp Vila da Penha as assistentes sociais Adriana e Viviane

A escolha dos premiados foi feita por um júri composto por 15 especialistas. São eles: Carmen Helena Ferreira Foro, Donizete Fernandes de Oliveira, Edna Maria Santos Roland, Lázaro Fernandes de Miranda, Leonor Maria Pacheco Santos, Maria da Penha Maia Fernandes, Maria José Vieira Féres, Maria Stela Santos Graciani, Mauri José Vieira Cruz, Milton Rondó Filho, Moema Maria Marques de Miranda, Paulo Augusto Oliveira Itacarambi, Renato Sérgio Jamil Maluf; Ricardo Voltolini e Toni Reis.

Prêmio – O Prêmio ODM Brasil é uma iniciativa pioneira no mundo e foi criado em 2004 com a finalidade de incentivar ações, programas e projetos que contribuem efetivamente para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). O Prêmio é coordenado pela Secretaria-Geral da Presidência da República, em parceria com o Programa Nacional das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e com o Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade. A coordenação técnica do Prêmio é de responsabilidade do Ipea e da Enap.

Fonte: http://www.odmbrasil.gov.br/odmbrasil/noticias/2012/05/30-05-2012-organizacoes-sociais-e-prefeituras-recebem-premio-odm-brasil-pela-contribuicao-para-o-alcance-dos-objetivos-de-desenvolvimento-do-milenio

Share
Publicado em ações, Adolescentes, jovens, Lei da Aprendizagem, Lei do Estágio, objetivos do milênio, ONG, Oportunidades, Práticas Sociais, Prêmio ODM Brasil, primeiro emprego, programas e projetos, solidariedade, Trabalho | Comentários desativados em CAMP Vila da Penha em Brasília

CAMP Vila da Penha na 4ª edição do Prêmio ODM Brasil

Camp Vila da Penha entre as melhores práticas sociais no Prêmio ODM Brasil 2012 em Brasília

 

Nesta quarta-feira (30/5) será realizada a cerimônia de entrega do Prêmio ODM Brasil – 4ª edição às 51 organizações sociais e prefeituras que apresentaram as melhores práticas para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

O evento acontece no Salão Nobre do Palácio do Planalto, às 11h, com a presença da Presidenta da República, Dilma Rousseff; do ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência da República); de Helen Clark, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e de Rodrigo Rocha Loures, do Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade.

O Camp Vila da Penha será representado no evento em Brasília pela coordenadora social Adriana Carlete Cavalcante e a assistente social Viviane Gonçalves

Nesta 4ª edição, o Prêmio ODM Brasil recebeu 1.638 práticas inscritas – sendo 918 de organizações e 720 de prefeituras. Do total das inscrições, 51 práticas foram selecionadas e visitadas in loco por um Comitê Técnico integrado por representantes do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e da Escola Nacional de Administração Pública (Enap). A avaliação foi baseada nos seguintes critérios: contribuição para o alcance dos ODM; caráter inovador; possibilidade de tornar-se referência para outras ações similares; perspectiva de continuidade ou replicabilidade; integração com outras políticas; participação da comunidade; existência de parcerias; e manutenção da qualidade nos serviços prestados.

Destas 51 iniciativas, quatro são da região Centro-Oeste, 13 do Nordeste, seis do Norte, 20 do Sudeste e oito do Sul. Em relação aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio contemplados, as práticas dividem-se da seguinte forma: Objetivo 1 (10 iniciativas), Objetivo 2 (nove iniciativas), Objetivo 3 (oito iniciativas), Objetivo 4 (quatro iniciativas), Objetivo 5 (uma iniciativa), Objetivo 6 (três iniciativas), Objetivo 7 (oito iniciativas), Objetivo 8 (oito iniciativas).

Prêmio – O Prêmio ODM Brasil é uma iniciativa pioneira no mundo e foi criado em 2004 com a finalidade de incentivar ações, programas e projetos que contribuem efetivamente para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). O Prêmio é coordenado pela Secretaria-Geral da Presidência da República, em parceria com o Programa Nacional das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e com o Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade. A coordenação técnica do Prêmio é de responsabilidade do Ipea e da Enap.

Veja mais…

Share
Publicado em Adolescentes, jovens, Lei da Aprendizagem, Lei do Estágio, objetivos do milênio, Práticas Sociais, Prêmio ODM Brasil, solidariedade, Trabalho | Com a tag , , , , , | Comentários desativados em CAMP Vila da Penha na 4ª edição do Prêmio ODM Brasil

Apresentação

O CAMP Vila da Penha é uma Organização não governamental, sem fins lucrativos, que atua na área da assistência social.

Turma de Treinamento para o Mercado de Trabalho

Desde 1993 o CAMP Vila da Penha atende adolescentes e jovens proporcionando meios para desenvolverem suas potencialidades e exercerem sua cidadania, através da preparação e posterior encaminhamento para o mercado de trabalho.

O CAMP Vila da Penha prepara, insere e acompanha adolescentes e jovens em empresas, na modalidade de estágio (Lei 11788/08) e aprendizagem (Lei 10097/00).

 

Share
Publicado em Adolescentes, jovens, Lei da Aprendizagem, Lei do Estágio, ONG, Oportunidades, primeiro emprego, Trabalho | Com a tag , , , , , , , , | Comentários desativados em Apresentação